Monitoramento de TI

O monitoramento de TI é o processo para coletar métricas sobre as operações de hardware e software de um ambiente de Infraestrutura de TI. Este monitoramento é executado para garantir que todas as funções sejam executadas bem como disponibilidade e acesso dos aplicativos e serviços da empresa.

Como funciona o monitoramento de TI

O monitoramento de TI pode depender de agentes ou não ter agente. Os agentes são programas independentes que são instalados no dispositivo monitorado para coletar os dados de desempenho de hardware ou software e relatá-los a um servidor de gerenciamento. O monitoramento sem agente usa protocolos de comunicação existentes para emular um agente, com muitas das mesmas funcionalidades.

Por exemplo, para monitorar o uso do servidor, um administrador de TI instala um agente no servidor. Um servidor de gerenciamento recebe esses dados do agente e os exibe ao usuário por meio da interface do software de monitoramento de TI, geralmente como um gráfico de desempenho ao longo do tempo. Se o servidor parar de funcionar, a ferramenta alerta o administrador, que pode reparar, atualizar ou substituir o item até que ele volte a operar dentro da normaliade.

Monitoramento em tempo real vs. tendências

O monitoramento em tempo real é uma técnica que as equipes de TI utilizam para determinar o status ativo e contínuo de um ambiente de TI, por meio da coleta e acesso constantes de dados. As medições do software de monitoramento em tempo real, representam dados do ambiente de TI atual, assim como o passado recente, que permite que os gerentes de TI reajam rapidamente aos eventos atuais no ecossistema de TI.

Os dados históricos de monitoramento permitem que o gerente de TI, melhore o ambiente ou identifique possíveis problemas antes que eles ocorram, porque eles identificam um padrão ou uma tendência nos dados de um período de operação. A análise de tendências, adota uma visão de longo prazo, é fundamental para determinar o tempo de atividade do sistema, a definição de SLA (nível de acordo de serviço) e o planejamento da capacidade de Infraestrutura de TI.

Monitoramento de infraestrutura de TI

O monitoramento da infraestrutura de TI é um processo de nível básico que coleta e revisa métricas relacionadas ao hardware e ao software de baixo nível do ambiente de TI. O monitoramento de infraestrutura fornece uma referência para a operação ideal dos sistemas físicos, facilitando, portanto, o processo de ajuste e redução do tempo de inatividade e permitindo que as equipes de TI detectem interrupções, como um servidor superaquecido por exemplo.

As ferramentas de monitoramento de servidores e sistemas, revisam e analisam as métricas, como por exemplo tempo de atividade, operações, desempenho e segurança do servidor.

As métricas de rede estão incluídas no monitoramento da infraestrutura de TI. O monitoramento de rede, busca problemas causados ​​por componentes de rede lentos, com falhas ou brechas de segurança. As métricas incluem, tempo de resposta, tempo de atividade, falhas na solicitação de status e verificações HTTP / HTTPS / SMTP.

Monitoramento de desempenho de aplicativos

O monitoramento de desempenho de aplicativos (APM), reúne métricas de desempenho de aplicativos com base na experiência do usuário final e consumo de recursos computacionais. Exemplos de métricas fornecidas pelo APM incluem tempo médio de resposta sob carga de pico, dados de gargalo de desempenho e tempos de carga e resposta.

Opções de ferramentas de monitoramento de TI disponíveis

Os fornecedores diferem em termos de sistemas monitorados, tipo de monitoramento suportado, suporte a agente versus capacidade sem agente e apresentação de métricas. Alguns fornecedores de APM também oferecem recursos de monitoramento de infraestrutura de TI e vice-versa, enquanto outras ferramentas são projetadas especificamente para monitorar a rede ou o desempenho da CPU, e assim por diante.

Esta é uma lista incompleta para mostrar exemplos de vários tipos de ferramentas de monitoramento:

O Gerenciador de Operações do Microsoft System Center (SCOM) pode monitorar o desempenho da infraestrutura e do aplicativo em tempo real. O SCOM pode usar o gerenciamento sem agente e com agente, integrar-se aos sistemas operacionais Windows (OSes) e monitorar o hardware do servidor, o desempenho do sistema operacional, os hipervisores e os aplicativos.

O Datadog é um serviço que monitora aplicações e infraestruturas em tempo real. O Datadog utiliza monitoramento baseado em agente. Ele coleta e analisa automaticamente registros, taxas de erro e latência, alertando os usuários sobre anormalidades por meio de métodos de comunicação, como e-mail, Slack ou PagerDuty.

O software de código aberto Nagios (muito utilizado na NLAYER) monitora a infraestrutura, software e serviços de TI. Os usuários do Nagios podem coletar métricas de aplicativos, redes e recursos do servidor com ou sem o uso de agentes.

Suporte TI

Suporte TI

Leave a Replay

Sobre nós

A NLAYER Tecnologia, é uma empresa de Gerenciamento e Suporte TI. Possui atuação em serviços e soluções em Infraestrutura de TI, com expertise de mais de 8 anos, oferece soluções em Cloud Computing, Virtualização, Hosting Gerenciado, Gerenciamento e Suporte TI em ambientes operacionais Linux e Windows Server.

Recentes

Follow Us

Weekly Tutorial

Receba Novidades da NLAYER TECNOLOGIA